Conheça a milenar tabela chinesa da gravidez

Método ligado à Medicina Tradicional Chinesa é utilizado desde a Dinastia Qing para descobrir qual é o gênero do bebê que está por vir

A tabela chinesa da gravidez está ligada diretamente à Medicina Tradicional Chinesa. Embora não haja comprovação científica deste método, ela é muito utilizada pelos casais ansiosos que não desejam esperar por exames clínicos para saber o gênero do seu bebê. Ela se baseia no calendário lunar chinês e leva dois pontos em consideração: o mês da concepção e a idade lunar da mãe no dia em que engravidou. A partir do cruzamento destes dados, a tabela chinesa da gravidez indica se vem por aí um menino ou uma menina.

O cálculo para descobrir a idade lunar da mãe, em geral, acrescenta um ano a mais na idade real – com exceção de quem nasceu em janeiro ou fevereiro. Em seguida, é só procurar na tabela abaixo o resultado — laranja para menina e verde para menino.

Imagem: Reprodução/Seleções

Acredita-se que a o surgimento da tabela chinesa da gravidez aconteceu durante a Dinastia Qing (1644 – 1912). De acordo com os registros históricos, esse método era muito utilizado na China, principalmente pelos imperadores que desejavam que suas mulheres gerassem homens para, assim, perpetuar a dinastia.

A tabela chinesa da gravidez continua sendo utilizada nos dias atuais, mesmo dividindo opiniões. Enquanto algumas pessoas garantem que o método funciona, outras são mais céticas e dizem que se trata de sorte. Alguns estudos científicos estão em andamento para descobrir a confiabilidade da tabela chinesa da gravidez, mas é importante ressaltar que os resultados obtidos pelo método não devem substituir os exames clínicos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também