Conheça os pandas gigantes de Chengdu

Estes animais são considerados um dos tesouros nacionais da China e possuem proteção do governo

Os pandas gigantes são um dos símbolos da China. Estes mamíferos podem medir até 1,5m e pesar mais de 45 quilos. Podem viver na natureza por até 20 anos, mas os que ficam em reservas podem chegar aos 30. Chengdu, capital da província de Sichuan, é o lar desses animais. A cidade abriga quatro grandes santuários onde é possível não só observá-los em seu habitat natural e o “berçário”, mas também ajudar os protetores a alimentá-los.

Pandas gigantes são tradicionalmente muito comilões e preguiçosos: costumam comer cerca de 14 horas por dia, dormindo de 2 a 4 horas entre as refeições. Apesar de possuírem dentes afiados comumente vistos em animais carnívoros, os pandas se alimentam somente de frutas e de bambu – um adulto pode comer entre 12 e 38 quilos da planta por dia.

Pandas chineses gigantes

De acordo com registros históricos, os pandas surgiram na região da China há cerca de 2 milhões de anos. Ao longo dos anos seus habitats foram desaparecendo por causa das atividades madeireiras e da agropecuária. A China tem trabalhado para refazer e proteger os habitats dos pandas através de leis severas e da conversão de fazendas em áreas florestais.

Os santuários também fazem um importante trabalho de proteção da espécie. Estes centros focam em pesquisas e na criação dos pandas para um futuro retorno às florestas. Os mais conhecidos dessa região são: Chengdu Panda Base, Dujiangyan Panda Base, Wolong Panda Center e Bifengxia Panda Base. Estes lugares são famosos destinos turísticos chineses e recebem visitantes o ano inteiro.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também

História dos Chineses no Brasil

A imigração chinesa no Brasil teve início no século XIX, quando um grupo de imigrantes chegou no país para trabalhar no cultivo do chá.