Conheça os tradicionais instrumentos musicais chineses!

Estes aparelhos tiveram origem na Era das Dinastias e continuam presentes na cena musical do país

Os instrumentos tradicionais chineses são símbolos da história milenar do país em meio à modernidade. Geralmente podem ser ouvidos em canções típicas, mas é possível identificar um ou outro em músicas atuais. Entre os mais conhecidos estão o erhu, o guzheng e a pipa. Nesta matéria falaremos sobre suas origens, usos e, claro, sobre os sons que produzem.

ERHU

ERHU

Esse instrumento de corda teve origem na Dinastia Tang (581 d.C. – 618 d.C.). Foi usado por milhares de anos como um acompanhamento para óperas tradicionais. Deixou de ser considerado um instrumento de prestígio quando começou a ser utilizado por artistas de rua, que tocavam em troca de moedas. Consiste em um braço vertical com afinadores e uma caixa de ressonância. Um arco com uma tira de pele de pitão produz o som ao friccionar as duas cordas do aparelho.

 


FOU

Fou utilizado por percussionistas na abertura dos Jogos Olímpicos de Verão em Pequim
Fou utilizado por percussionistas na abertura dos Jogos Olímpicos de Verão em Pequim

O fou é considerado um dos instrumentos chineses mais antigos. Registros afirmam que sua origem se deu na Dinastia Xia (2.070 a.C. – 1.600 a.C.) e que era utilizado para rituais. É formado por um vaso feito de barro ou de bronze, e é tocado com uma baqueta. Curiosidade: 2.008 percussionistas tocaram o instrumento na abertura dos Jogos Olímpicos de Verão de 2008.

 


GUZHENG

GUZHENG

Acredita-se que os primeiros guzheng tenham surgido durante o Período dos Reinos Combatentes (475 a.C. – 221 a.C.). Desde a Dinastia Tang é o instrumento mais tocados na China. Se assemelha a uma cítara: tem cerca de 26 cordas e pontes móveis. O guzheng inspirou outros modelos de cítaras, como a japonesa koto, o mongol yatga, a gayageum da Coréia, e os vietnamitas Djan tranh.

 


XIAO

XIAO

É considerado um dos instrumentos de sopro mais antigos da história do país. Foi desenvolvido a partir de uma flauta mais simples e sua forma mais atual surgiu na Dinastia Ming (1368 a 1644). Possui de seis a oito buracos de dedo para tornar o som mais fluido e fácil de tocar.

 


PIPA

PIPA

O pipa é um tradicional instrumento de corda. Apesar de ter surgido na Pérsia, começou a ser difundido pela China nos séculos V e VI. O som refinado e o tom delicado do pipa tornaram-se parte fundamental das poesias declamadas durante a Dinastia Tang. Possui uma caixa de ressonância achatada em formato de meia pêra conectada a um braço comprido. Quatro ou cinco cordas de seda são tocadas com palheta ou com os dedos, como o violão ocidental.

 


SHENG

SHENG

É formado por um agrupamento de tubos verticais que produzem sons por meio do sopro. Há menções ao instrumento em registros feitos entre os séculos XIV e XII a.C. O tradicional sheng feito de bambu sofreu modificações ao longo dos milênios para melhorar a qualidade do som e aumentar seu volume e seu alcance.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também