E se os chineses tivessem descoberto as Américas?

Uma teoria radical afirma que navegadores chineses liderados por Zheng He chegaram à costa americana 71 anos antes da caravana de Cristovão Colombo

Uma teoria radical pode mudar a forma como aprendemos a história do descobrimento das Américas. O ex-oficial da marinha britânica Gavin Menzies afirma que chineses comandados pelo almirante Zheng He teriam descoberto a América 70 anos antes de Cristovão Colombo. A declaração foi feita no livro “1421 – The Year China Discovered the World” (“1421 – O Ano em que a China Descobriu o Mundo”, inédito no Brasil).

De acordo com a história contada por Menzies, dois navegadores foram da África até a foz do Rio Orenoco, na atual Venezuela, descendo depois por toda a costa do continente até o do Estreito de Magalhães, ao sul da América do Sul, ainda no ano de 1421, 71 anos antes da viagem de Cristóvão Colombo à região. Eles tinham sido treinados e eram liderados pelo grande navegador chinês daquela época: o eunuco muçulmano Zheng He.

Gavin apresenta como evidências alguns mapas e cartas que provariam que os chineses já possuíam informações cartográficas, que mais tarde seriam utilizadas pelos europeus. Ao retornarem depois de 2 anos de viagem, o gigante asiático iniciava um período de isolamento. Menzies diz que, por isso, os registros oficiais da viagem foram destruídos, incluindo os enormes navios com cerca de 125 metros (seis vezes maiores que as caravelas de Colombo). O ex-oficial acredita ter provas de que os chineses criaram colônias pelo caminho, do Canadá à Amazônia. “Foram encontrados traços no DNA de índios na Venezuela que os ligam aos nativos de Kwatang”, afirma.

Apesar da tese ser fortemente criticada pela historiografia pelo trato pouco ortodoxo com as provas históricas, a discussão permanece em aberto entre especialistas do mundo todo. Alguns deles acreditam que os chineses teriam reunido meios para a navegação pela costa americana, ainda que não o tenham feito antes de Colombo.

A chegada dos chineses à América no século XV ainda é vista com grande descrédito pela maioria dos historiadores, e a teoria de Menzies acaba aparecendo mais como uma curiosidade do que como uma teoria histórica. Mesmo assim, a possibilidade de esses grandes navegadores do passado terem chegado em terras americanas antes dos europeus é capaz de despertar o interesse de todo aquele que é apaixonado pela História.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também