Palácio de Verão de Pequim - Foto: Xinhua

Pequim lança plano para proteção de seu patrimônio histórico cultural

Construções históricas serão esvaziadas até 2022 para melhorar sua conservação

Prédios históricos de Pequim passarão por uma grande intervenção com objetivo de melhorar a preservação patrimonial. Locais como o Palácio de Verão e o Portal de Xigong, antigo escritório utilizado para emergências militares, terão todos os seus itens removidos para o processo de restauro de sua aparência original. O plano lançado pelo Governo Municipal de Pequim em 2019 para a preservação cultural da região do Grande Canal tem previsão de conclusão para 2022.

Wang Yingjie, funcionário sênior da Comissão de Desenvolvimento e Reformas de Pequim – órgão responsável pelo plano econômico da cidade, disse que os planos para a capital visam um reconhecimento como centro nacional de cultura, dessa forma atraindo mais recursos culturais. “Vamos explorar mais maneiras de proteger o patrimônio cultural da cidade como um todo e proporcionar ao público uma paisagem mais ecológica”, disse Wang.

O Grande Canal de Pequim, um dos maiores do mundo

O distrito de Tongzhou, localizado na zona central de Pequim, também tem planos para se tornar uma atração nacional no nível AAAAA, a classificação mais alta para destinos turísticos na China. Uma subdivisão do Museu da Capital, uma biblioteca e um teatro serão construídos em estilo histórico ao longo do Grande Canal de Pequim, demonstrando as realizações na proteção patrimonial e na construção da rota cultural da região.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também

Yakissoba

A rica culinária chinesa

Nesta matéria sugerimos alguns dos pratos mais famosos para que você possa se deliciar com o sabor único da gastronomia do país