Tulous chineses: arquitetura residencial defensiva

As antigas construções típicas do sul da China protegeram o povo hakka contra etnias vizinhas em disputas territoriais

Tulous são residências comunitárias típicas do povo hakka que vivem em Fujian, no sul da China. Os “edifícios térreos” são construções circulares dispostas em torno de um santuário. Esse tipo de configuração defensiva faz parte da arquitetura hakka: o complexo tem somente uma porta de acesso, não possui janelas nos níveis mais próximos ao chão e as paredes externas são grossas e feitas de argila e areia.

A história do povo hakka é incerta. Registros apontam que eram imigrantes vindos da região norte da China e que se estabeleceram nas províncias ao sul. A partir do século XVII, disputas territoriais fizeram o povo hakka entrar em conflito com as etnias vizinhas. A situação os obrigou a erguer os primeiros tulous para que pudessem residir e se defender ao mesmo tempo.

Um complexo de fortes hakka localizado na província de Fujian
Um complexo de fortes hakka localizado na província de Fujian

Conheça os mais famosos destinos turísticos da China!

 

As casas dentro de um tulou variam entre 40m² e 10m². A parede externa tem cerca de 1m de espessura, e todo o complexo pode ter até quatro andares. Mecanismos de defesa eram espalhados no topo do edifício para defender pontos cegos e o portão de acesso, considerado a área mais vulnerável da construção, era reforçado com pedra e coberto com ferro. O forte podia sobreviver tranquilamente a um cerco prolongado, já que era bem abastecido com grãos, tinha uma fonte interna de água e sistemas sofisticados de esgoto.

Visão interna de um tulou
Visão interna de um tulou

Os tulous foram retratados em alguns filmes. No curta “Kung Fu Panda: Secrets of the Furious Five”, baseado na animação da Dreamworks, o Orfanato Bao Gu é um tulou. Partes do filme “Kung-fusão” (Kung Fu Hustle) se passam em um forte hakka. A construção aparece também no primeiro trailer do live-action de “Mulan”, que chega em breve aos cinemas do mundo inteiro:

 

Essas construções raras que mesclam o papel de grandes fortalezas e de prédios residenciais foram classificadas pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO como patrimônio cultural mundial em 2008. A Organização fez um vídeo mostrando como são os tulous na parte interna:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também

Opera Chinesa

A Ópera Chinesa é um patrimônio cultural da China. Mistura de diversos elementos da arte dramática, a ópera é a expressão da cultura do país.