Yin Yang: forças opostas que se complementam

Yin Yang: forças opostas que se complementam

O princípio taoísta é um dos mais conhecidos no mundo e a busca pelo seu equilíbrio é considerada a chave para uma vida plena

Yin e Yang são pólos opostos do Qi, energia vital que está presente em tudo. Essas duas forças são representadas em um círculo: o Yin é a metade pesada e escura, enquanto a leveza do Yang ocupa o espaço contrário. Apesar dessas características, não são considerados “rivais” mas sim elementos complementares. De acordo com os chineses, achar o equilíbrio entre esses dois pontos é essencial para a plenitude.

Esse conceito é tão antigo quanto o mito da criação do mundo por Pan Ku. De acordo com a lenda, uma das metades do ovo que continha o Ser Primordial ascendeu (Yang) e transformou-se no céu, enquanto a outra (Yin) caiu e formou a terra. O princípio do Yin Yang é um dos pilares do taoísmo.

Conheça os principais filósofos chineses!

Os trigramas correspondem às 8 possibilidades de combinação do Yin Yang
Os trigramas correspondem às 8 possibilidades de combinação do Yin Yang

O estudo das duas forças é constante na cultura chinesa. Esse conceito anda junto com a Teoria dos Cinco Elementos, já que entre Yin e Yang existem cinco diferentes estados de energia que correspondem à madeira à terra, ao metal, à água e ao fogo. Cada elemento possui influência sobre o outro: ao mesmo tempo que se alimentam, se anulam.

Para os chineses, corpo e mente são inseparáveis. Na Medicina Tradicional Chinesa, dietas, exercícios e demais recomendações médicas rotineiras são aliadas a sessões de acupuntura, ventosaterapia, chás, entre outros recursos. Todas as técnicas baseiam na teoria de energias opostas complementares e trabalham para estimular ou anular processos do organismo, tratando enfermidades físicas e psicológicas.

O estudo das forças opostas complementares é amplamente utilizado na Medicina Tradicional Chinesa
O estudo das forças opostas complementares é amplamente utilizado na Medicina Tradicional Chinesa

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também