1 de outubro de 2019

A ascensão da República Popular da China

A gigante do leste-asiático completa 70 anos e se consolida como referência em tecnologia e inovação

A fundação da República Popular da China aconteceu em 1949 por Mao Tsé-Tung. Em 2019 celebramos 70 anos de grandes transformações sociais e políticas que fizeram do país uma potência mundial. A nação essencialmente agrária converteu-se em líder industrial e se firma como epicentro da tecnologia nos dias atuais. Tradições e costumes milenares se misturam às inovações futuristas na China moderna.

Um dos canteiros comemorativos de flores espalhados por Pequim
Um dos canteiros comemorativos de flores espalhados por Pequim

As duas primeiras décadas do atual regime foram dedicadas à reconstrução do país, que havia passado por uma guerra civil. A partir da década de 1970, o governo colocou como prioridade os investimentos na indústria, na educação, na agricultura, na ciência e na tecnologia, criando programas para estimular um salto de crescimento econômico em pouco tempo.

Shenzhen é uma das cidades-exemplo da ascensão chinesa. A antiga vila de pescadores foi escolhida para se tornar “zona econômica especial”, política governamental que estimulou a liberdade para comércio e investimento. A nova Shenzhen possui 100% da frota de transporte público composta por veículos elétricos. Transformou-se no centro mundial de fabricação de eletrônicos, e é sede de grandes empresas de tecnologia.

A China é reconhecida como uma das grandes potências econômicas mundiais
A China é reconhecida como uma das grandes potências econômicas mundiais

Ibrachina e Governo de Shenzhen assinam acordo de cooperação estratégica 

O universo digital do país pulsa em uma sintonia diferente da ocidental – e de forma mais eficiente. Aplicativos e sites que conhecemos possuem suas próprias versões. O WeChat é utilizado em larga escala. Muito além de um mensageiro instantâneo, esse aplicativo criado pela Tencent é também uma rede social, uma plataforma de pagamentos digitais e um portal de mini-apps – é possível integrá-lo com apps de comida, de transporte, de paquera, entre outros. O jornalista Ronaldo Lemos viajou pelo país asiático e compartilhou suas impressões sobre estes e outros aspectos da China futurista em matéria para o caderno “Ilustríssima”, do Estadão.

As celebrações pelos 70º aniversário da República Popular da China seguem as dimensões do país. Pequim inaugurou um novo aeroporto internacional: com área equivalente a 25 campos de futebol, é considerado o maior do mundo. Um museu foi criado especialmente para a comemoração. A nova instalação representa a evolução política, econômica e social. Thomas Law, presidente do Ibrachina, foi convidado pelo governo do país para integrar a comitiva das lideranças da comunidade chinesa na América Latina.

“O crescimento se deve a muitos investimentos em educação. Vimos resultados práticos, desde a ida dos chineses para a Lua até trens que atingem a velocidade de 600km/h. É impressionante o cartão de visita do novo governo quando se fala em desenvolvimento”, declarou Thomas.

Para marcar a data, o governo chinês realizou nesta terça-feira, 1/10, um grande desfile com a participação do povo, cheio de performances coloridas.

Imigração chinesa para o Brasil

A história de chineses e brasileiros começou a se entrelaçar muito antes da fundação da república. Os primeiros imigrantes chegaram no Brasil em 1900, e esse movimento se intensificou a partir da década de 1950. Apesar das barreiras linguísticas e culturais, os recém-chegados persistiram e construíram por aqui uma grande comunidade de identidade forte.

O Ibrachina lançou em 2018 um documentário sobre a imigração chinesa no Brasil. O filme apresenta a história de três imigrantes que moram em São Paulo. O projeto faz parte da missão do Instituto de promover o resgate da história da comunidade chinesa no país e de fortalecer a integração entre as culturas dos dois povos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas