26 de maio de 2021

Boletim do Coronavírus #320

O governo de São Paulo recuou de liberar o funcionamento do comércio até as 22h a partir de 1° de junho em razão de ocupação superior a 80% de internações hospitalares. Antes, a previsão era de que o comércio pudesse funcionar até 22h. Dentro dos estabelecimentos, a capacidade máxima de clientes permitida será de 40% até 14 de junho.
O estado de São Paulo está, desde 18 de abril, na “fase de transição” do Plano São Paulo, que regula o funcionamento dos setores da economia. Agora, o momento é de cautela, segundo declaração desta quarta-feira, em razão de aumento dos casos de Covid-19.
Em São Paulo e Rio de Janeiro, bem como no Maranhão, já foram detectados casos de contaminação pela variante B1617, encontrada primeiramente na Índia, e que é potencialmente mais contagiosa.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #160

Ministério da Saúde passa a recomendar que pessoas procurem atendimento médico mesmo com sintomas leves de COVID-19. OMS reconhece transmissão do novo coronavírus pelo ar.

Foto: Marcos Serra Lima/ G1

Observatório do Coronavírus #80

No Brasil, 1,6 milhão de pessoas vulneráveis ao novo coronavírus vivem longe de hospitais com UTI; Cerca de 39% dos patrões dispensaram diaristas sem pagamento na pandemia