30 de março de 2021

Coordenação Brasil-China da OAB realiza evento com o Ministério da Agricultura

O evento virtual aconteceu na sexta-feira (26) e contou com a participação de Larissa Wachholz

Com o apoio do Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina), a OAB Nacional, por meio da Coordenação Brasil-China, promoveu, nesta sexta-feira, 26, um evento virtual que contou com a participação da chefe do Núcleo China no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), de Larissa Wachholz. A pauta principal foram relações sino-brasileiras, incluindo questões jurídicas.

Para o presidente da Coordenação Nacional das Relações Brasil/China e do Ibrachina, Thomas Law, disse que a reunião oferece oportunidades de aprimoramento profissional para a advocacia, uma vez que é crescente o número de empresas chinesas que se estabelecem ou buscam fazer negócios no Brasil gerando procura por profissionais do direito que conhecem a realidade chinesa para avaliação de contratos e assessoria jurídica.

O encontro traçou um panorama sobre as relações com a China, não apenas como principal parceiro comercial do Brasil nos últimos anos, mas, sobretudo, como uma aliança estratégica para o futuro. A representante do MAPA tratou de diversas oportunidades de negócios, ressaltando que ainda existe muito espaço para o crescimento das relações entre os dois países em áreas como infraestrutura e tecnologia.

Larissa Wachholz pontuou que o Brasil representa 17% das importações chinesas do agronegócio, totalizando 39,78 bilhões de dólares em 2020. Por sua vez, a China foi responsável por 34% das exportações do agronegócio brasileiro, movimentando no último ano 34 bilhões de dólares. Os chineses foram responsáveis por 2/3 do superávit brasileiro no balaço anual mais recente.

Confira na íntegra no portal da OAB Nacional.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas