21 de dezembro de 2020

Deputado Roberto de Lucena é eleito presidente do Grupo Parlamentar Brasil-ONU

Solenidade contou com a presença de Thomas Law, presidente do Ibrachina e da Comissão Especial Brasil/ONU da OAB Nacional, e demais autoridades

O deputado Roberto de Lucena foi eleito presidente do Grupo Parlamentar Brasil-ONU em solenidade que correu na última sexta-feira (18) e contou com a presença do diretor do Departamento de Nações Unidas do Ministério das Relações Exteriores, Ministro Adriano Silva Pucci, do Presidente da Comissão Especial Brasil/ONU da OAB Nacional, Thomas Law, do Oficial de Parcerias das Nações Unidas no Brasil, Haroldo Machado, entre outras instituições representadas. Lucena terá como primeiro vice o Senador Eduardo Girão, como segundo vice o Senador Marcos Duval e como primeiro secretário, o Senador Major Olímpio.

Durante o discurso de abertura, o presidente do Grupo citou o combate à fome e a promoção de políticas de proteção às mulheres como bandeiras importantes na condução dos trabalhos do Grupo.

“A fome é real, não está longe de nós e piorou com a pandemia. Iremos convocar a iniciativa privada e a sociedade civil para compartilhar um desafio em conjunto: a missão de lutar por um Brasil sem fome, com especial apoio, inclusive, da Igreja Cidadã”.

“Destaco também o nosso esforço para que o Brasil implemente uma campanha nacional continuada de conscientização e combate à violência contra a mulher, em especial nas escolas”. Lucena levou ao MEC indicação para campanha nacional permanente de prevenção à violência contra a mulher nas escolas e vai ampliar a luta através da instalação do Grupo, contando com a parceria do Ministério da Mulher da Família e dos Direitos Humanos e de instrumentos como a Frente Parlamentar dos Direitos Humanos e Pela Justiça Social.

O Grupo instalado tem como meta perseguir os ideais contidos na agenda 2030 da ONU, como erradicação da pobreza, promoção de saúde e bem estar e combate aos crimes que violam os Direitos Humanos.

Fonte: ASCOM – Deputado federal Roberto de Lucena.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas