12 de agosto de 2020

Desafio de startups do Ibrachina premia três projetos de inovação para “novo normal”

Empresas vencedoras recebem incubação no Ibrachina Innovation Lab by Igloo Network, além de aceleração e curadoria da incubadora

O “Ibrachina Challenge: Novo Normal by Igloo Network” foi realizado na última terça-feira (11/08) em ambiente digital. A quarta edição do desafio de startups do Instituto buscou projetos de tecnologia, produtos e/ou serviços que possam ajudar na retomada e na adaptabilidade da vida e dos negócios pós-pandemia.

Participaram do júri Thomas Law, presidente do Ibrachina e da CNRBC/OAB, o investidor Nure Saad Jr., Célio Oliveira, Investor Relations da Bossa Nova, Maria Eugênia Finkelstein, Mestre em Direito Comercial pela PUC/SP e Doutora em Direito Comercial pela USP, e Renato Bueno, líder da área de desenvolvimento de negócios da Nokia Brasil.

“Nosso objetivo é fomentar o empreendedorismo e a inovação das startups brasileiras. Conectaremos os vencedores deste desafio ao Consulado Geral da China no Brasil e a empresários do setor tecnológico”, declarou Thomas Law. “Infelizmente, por causa da pandemia, esta edição precisou ser realizada em formato digital. Mas pretendemos trazer novamente as missões para a China, para Portugal e para Macau em 2021”, complementou.

Veja como foi o evento e a divulgação do resultado:

 

Em primeiro lugar, a Beedoo Edtech oferece uma nova maneira de treinar colaboradores com conceitos de Social e Micro Learning, Gamification, Gestão analítica, base de conhecimento cognitiva e inteligência artificial. “Quem empreende sabe como é difícil chegar até aqui, e o quanto de energia precisamos colocar diariamente no trabalho. Estar aqui é muito valioso, e esse reconhecimento é muito importante para nós”, declarou Alvaro Manzione, fundador da startup.

O segundo lugar ficou com a Sharity, uma comunidade online que oferece soluções tecnológicas, eficientes e seguras para facilitar e motivar pessoas que desejam ajudar causas sociais de uma forma simples e inspiradora.

Já o terceiro lugar foi para a Mobiler, especializada em aplicativos de mobilidade urbana e delivery, que visa baratear o desenvolvimento de softwares e o acesso à tecnologia para novas startups, atendendo a demanda de negócios de pequeno, médio e grande porte.

Todas receberão três meses de incubação no Ibrachina Innovation Lab by Igloo Network, 03 meses de aceleração e 06 meses de inclusão no portfólio de curadoria da incubadora de empresas.

 

Sobre o Ibrachina Challenge

O Ibrachina Challenge by Igloo Network promove a conexão entre empreendedores, investidores e grandes corporates. O objetivo é impulsionar, fomentar e apresentar novas tecnologias e serviços através de networking e aprendizado. Os vencedores poderão se conectar com as maiores empresas e startups do mundo, além de conhecer potenciais investidores.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas