11 de dezembro de 2018

Ibrachina apoia evento sobre Direitos Humanos

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi um marco da nossa civilização mundial, assim como a Constituição Federal para o povo brasileiro. Duas conquistas que devem ser preservadas por todos. Ciente deste dever, o Ibrachina apoia o Ciclo de Eventos “30 anos da Constituição Federal – 70 Anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos”. O evento aconteceu nesta terça-feira (11) na sede da Escola Superior do Ministério Público de São Paulo – ESMP.

 

O objetivo foi discutir a questão da Justiça e dos Direitos Humanos com pesquisadores e ONGs de destaque no Brasil. Estiveram presentes a pesquisadora do período Nazista, Astrid Betz; Stephanie Morin, do Instituto Sou da Paz; Maria Beatriz Nogueira, do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados; José Gregori, ex-Ministro da Justiça; Nanette Blitz König, sobrevivente do Holocausto e amiga de Anne Frank; Antonio Carlos da Ponte, Procurador de Justiça do MPSP e Diretor da ESMP; Padre Paolo Parise, diretor da ONG Missão Paz; entre outros.

“Este evento foi possível graças ao apoio do Ibrachina”, ressalta Fábian Raimondo (Professor de Direito Internacional Público da Universidade de Maastricht/Holanda).

Acompanhe o Ibrachina nas redes sociais Facebook e Instagram e fique sempre por dentro da nossa programação!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Foto: EFE/ Orlando Barría/Archivo

Observatório do Coronavírus #98

Quase 62 mil pessoas se recuperaram da COVID-19 no Brasil; Dos 4 milhões de casos confirmados no mundo, 1,3 milhão tiveram alta dos hospitais

Ruas do Rio de Janeiro passam por processo de desinfecção para evitar proliferação do coronavírus - Foto: Prefeitura do Rio de Janeiro

Observatório do Coronavírus #51

Ministério amplia para 22,9 milhões o volume de testes para coronavírus para enviar aos laboratórios; Quarentena começa oficialmente em São Paulo

Observatório do Coronavírus #193

SP afirma que disponibilizará 15 milhões de doses da Coronavac no SUS até o fim de 2020. Estudo confirma eficácia da vacina contra o coronavírus.