9 de novembro de 2020

Ibrachina e APECC assinam termo de cooperação com Prefeitura para revitalizar centro histórico de SP

As duas entidades assumiram a conservação de dois canteiros próximos ao Mercadão, marcando o início do processo de revitalização

O Ibrachina e a Associação Paulista dos Empreendedores do Circuito das Compras – APECC assinaram um termo de cooperação com a Prefeitura de São Paulo em prol da revitalização do Centro Histórico da capital. As duas entidades assumiram a conservação de dois canteiros na Avenida Mercúrio, ao lado do Mercado Municipal, marcando o início do processo de recuperação paisagística da região.

Estiveram presentes o presidente do Ibrachina e da Coordenação Nacional das Relações Brasil-China da OAB Nacional, Thomas Law, a diretora do Instituto Ana Ou, o presidente da APECC, Ademir Moraes, e demais autoridades. “É uma área privilegiada que recebe turistas nacionais e internacionais. Em outras palavras, o centro de São Paulo merece uma revitalização, um resgate de seus monumentos e lugares históricos. Alguns exemplos da região que são um verdadeiro marco na história de São Paulo são a Catedral da Sé, o Pátio do Colégio, o Colégio São Bento e a Praça Padre Bento, no Pari, entre outros”, disse Thomas Law.

Em um artigo na nova Revista da APECC, o presidente do Ibrachina citou dez pontos possíveis de melhorias na região, incluindo um terminal/estacionamento de ônibus para a 25 de Março, a acomodação de todas as Câmaras de Comércio Brasil/China e Associações Comerciais e Culturais China/Brasil na Casa das Retortas, a criação da Chinatown, melhorias na hotelaria do centro histórico, além da recuperação das praças, calçadas, iluminação e segurança pública. Law defende a transformação do espaço em uma “smart city” única e inovadora, que ofereça oportunidades e segurança para residentes e visitantes.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #204

China testa vacinas contra coronavírus em grupos de alto risco. Um dos epicentros da pandemia, Brasil atrai estudos de antivirais contra COVID-19.

Observatório do Coronavírus #179

Pesquisadores brasileiros descobrem como prever quais pacientes terão complicações pós-COVID-19. Ao menos 9 países já testam vacinas contra coronavírus em humanos.

Observatório do Coronavírus #140

Pesquisa brasileira busca desenvolvimento de tecido com propriedades antivirais para aumentar proteção contra coronavírus. Europa avança em processo de reabertura de fronteiras, enquanto impactos da pandemia crescem na América Latina