Foto: Estadão

15 de maio de 2020

Observatório do Coronavírus #103

Ministro da Saúde do Brasil pede demissão antes de completar 1 mês no cargo; SP começa testagem ampliada para integrantes de forças de segurança

Foto de capa: Estadão

Ouça a matéria:

O ministro da Saúde, Nelson Teich, deixou o cargo nesta sexta-feira (15/05), antes de completar um mês à frente da pasta. Em nota, o Ministério da Saúde informou que ele pediu demissão. Teich tomou posse em 17/04. Essa é a segunda saída de um ministro da Saúde em meio à pandemia do coronavírus. 

Teich havia substituído Luiz Henrique Mandetta e, assim como seu antecessor, apresentou discordâncias com o presidente Jair Bolsonaro sobre as medidas para combate ao coronavírus. Entre os assuntos que motivaram desentendimentos estão o uso da cloroquina no tratamento da Covid-19, a ampliação as atividades consideradas essenciais no período da pandemia por um decreto de Bolsonaro que inclui salões de beleza, barbearia e academias de ginástica, e detalhes do plano com diretrizes para a saída do isolamento. 

Em pronunciamento nesta tarde, o agora ex-ministro não detalhou os motivos de sua saída, agradeceu ao presidente pela oportunidade e afirmou que deixa um “plano pronto” para auxiliar estados e municípios no combate ao coronavírus.

 

Coronavírus no Brasil

São Paulo começou hoje na capital a testagem ampliada. A medida será feita com exames rápidos em integrantes das forças de segurança: Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros. Os familiares também realizarão o procedimento.

A partir de segunda-feira (18/05), serão feitas coletas nas demais regiões do estado em um trabalho que deve durar 20 dias. O cronograma prevê que a próxima categoria a ser testada em massa será a de profissionais de saúde que trabalham no sistema público estadual e municipal. Na sequência, idosos passarão pelo programa de testagem. O estado comprou 2 milhões de exames rápidos ao custo de R$ 114 milhões. A intenção é chegar a um nível de testagem similar a Itália e Espanha em três meses. As informações recolhidas permitirão definir estratégias de enfrentamento a pandemia.

O governador de São Paulo, João Doria, disse que o protocolo de lockdown para o estado está pronto. No entanto, afirmou que a medida não será adotada neste momento. Doria afirmou que estão analisando dia a dia, com cuidado, com atenção, com as informações da equipe coordenada pelo diretor do Instituto Butantan Dimas Covas, e que mantém contato diário com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas e com os demais prefeitos da região.

Em Minas Gerais, MEIs e empresários de pequenas empresas já podem receber ajuda para superar a crise através de consultorias, de graça, feitas pelo Conselho Federal de Administração e, com o apoio do conselho regional (CRA-MG). A campanha “Administrador e Empreendedor: unidos no fortalecimento dos negócios” oferece apoio online nas áreas de finanças, orçamento, logística, recursos humanos, marketing e tecnologia da informação. Os interessados em participar das consultorias ou ser consultores precisam preencher um cadastro no site. Uma equipe vai selecionar os casos.

O Brasil ultrapassou a marca de 200 mil casos de COVID-19 com mais de 14.400 mortes registradas, segundo dados divulgados pelas secretarias estaduais de saúde nesta sexta-feira.

O governador do Estado do Rio, Wilson Witzel, sancionou hoje o projeto de lei que obriga funcionários de farmácias, supermercados, unidades de saúde, restaurantes, empresas de coleta de lixo, concessionárias de transporte, pet shops, postos de combustível, bancos, lojas de materiais de construção a utilizarem luvas, máscaras e álcool em gel.

O fornecimento do material deve ser feito pelos empregadores, que também deverão dar orientações sobre como utilizar esses materiais. A obrigatoriedade é tanto para o setor público quanto para o privado. Estabelecimentos e unidades que descumprirem a determinação terão que pagar multa de R$ 700. A lei também obriga o próprio Estado a fornecer esses equipamentos a policiais civis, militares, agentes do Programa Segurança Presente, agentes penitenciários e funcionários do Degase.

 

Wuhan testará todos os residentes para estudar casos assintomáticos

A cidade chinesa de Wuhan, primeiro epicentro mundial do coronavírus, fará testes de ácido nucleico em todos os residentes que ainda não foram testados, a fim de conhecer melhor o número de casos assintomáticos do novo coronavírus. A decisão foi tomada porque a cidade continuou a relatar aumentos diários de infecções assintomáticas, o que levantou preocupações entre o público. As autoridades disseram que os testes em massa visam identificar e colocar em quarentena oportunamente os casos assintomáticos e criar um ambiente seguro para a retomada do trabalho nas fábricas, empresas e escolas. Antes desta decisão, 3 milhões dos 10 milhões dos habitantes da cidade já tinham feito o teste.



Universidade de Oxford testa vacina para combater o novo coronavírus

Uma vacina para o novo coronavírus que está sendo acompanhada atentamente enquanto é desenvolvida pela Universidade de Oxford. Um estudo pequeno com seis macacos teve resultado promissor que levou ao início de testes em humanos no final do mês passado.

As conclusões preliminares, que não passaram por uma análise rigorosa de outros cientistas, apareceram no servidor pré-impressão bioRxiv. Em abril, a farmacêutica britânica AstraZeneca anunciou uma parceria com pesquisadores do Grupo de Vacinas de Oxford e do Instituto Jenner, que estão desenvolvendo o anti-viral. De acordo com os pesquisadores, alguns dos macacos que receberam uma única dose da vacina desenvolveram anticorpos contra o vírus dentro de 28 dias, antes de serem expostos a doses altas do vírus.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS NO BRASIL EM TEMPO REAL

Mapa de casos no país atualizado em tempo real
Calculadora de pressão assistencial por Estado - A calculadora permite estimar a pressão assistencial esperada em função de incremento de necessidade de internações pelo COVID-19. Todos os parâmetros abaixo podem ser ajustados para melhor refletir a sua realidade local. Uma vez ajustados a simulação considera os novos parâmetros escolhidos para estimar a taxa de ocupação de leitos em cada município
Gráfico do Ministério da Saúde de casos acumulados de pessoas infectadas

LINKS RELACIONADOS

RS registrou surtos da COVID-19 em pelo menos 12 frigoríficos - Foto: BBC
RS registrou surtos da COVID-19 em pelo menos 12 frigoríficos - Foto: BBC

FAKE NEWS

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Técnicos consertam um respirador em uma fábrica em Betim/MG - Foto: Leo Lara / Divulgação

Observatório do Coronavírus #63

Ministério da Economia anuncia negociação com Inglaterra para compra de testes; Governo de SP estuda pedir empréstimo de US$100 milhões para Banco Mundial

Foto: Anderson Riedel/PR

Observatório do Coronavírus #74

Presidente Jair Bolsonaro demite o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta; Troca é criticada por autoridades e rejeitada pela população