14 de dezembro de 2020

Observatório do Coronavírus #258

Brasil se aproxima dos 7 milhões de infectados. STF estipula prazo para Ministério da Saúde divulgar plano de vacinação.

O Brasil registrou 276 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 181.419 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 637. A variação foi de +23% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.901.990 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 21.395 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 42.721 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +20% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de alta também nos diagnósticos.

Em vídeo publicado nas redes sociais do Ministério da Saúde neste domingo, o secretário-executivo da pasta, Elcio Franco, afirmou que seria “irresponsável” fixar uma data para o início da vacinação contra Covid-19 no Brasil. Ele afirmou também que nenhum laboratório iniciou o processo de registro de imunizante na Anvisa.

A declaração ocorreu no mesmo dia em que o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 48 horas neste domingo para que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informe a previsão de data para começar e para terminar o plano nacional de vacinação contra o coronavírus. Ele quer saber inclusive a previsão de duração de cada uma das fases do planejamento.

Pesquisadores do Instituto Alberto Luiz Coimbra, de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ), estão desenvolvendo nanopartículas que sirvam para medicamentos que possam combater os sintomas e os malefícios causados pela covid-19. “A ideia é aumentar a absorção de alguns medicamentos pelo organismo e a disponibilidade para que haja maior eficiência durante o uso visando combater, principalmente, os sintomas”, disse, à Agência Brasil, o coordenador do projeto, professor José Carlos Pinto, do Programa de Engenharia Química (PEQ) da Coppe.

A Alemanha vai fechar a maioria dos comércios na próxima quarta-feira e mantê-los fechados até, pelo menos, 10 de janeiro, interrompendo a movimentada temporada de compras de Natal, enquanto o país aumenta as restrições contra o novo coronavírus e tenta conter a propagação da doença, disse a chanceler Angela Merkel.

Apenas comércios essenciais, como supermercados e farmácias, bem como bancos, devem permanecer abertos a partir de 16 de dezembro. Salões de beleza e estúdios de tatuagem também terão que fechar.

O governo apoiará as empresas afetadas com uma quantia total de cerca de 11 bilhões de euros por mês. As empresas que forem forçadas a fechar podem receber até 90% dos custos fixos, ou até 500 mil euros por mês, disse o ministro das Finanças, Olaf Scholz.

A primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 em Nova York, nos Estados Unidos, foi uma enfermeira de Long Island, no norte do estado. A aplicação da primeira dose da vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech foi transmitida ao vivo nesta segunda-feira (14).

Sandra Lindsay é enfermeira da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Judaico de Long Island e trabalha na linha de frente no combate ao coronavírus. A vacinação foi transmitida em um evento virtual que contou com a presença do governador do estado, Andrew Cuomo.

Os EUA começaram sua campanha de vacinação nesta segunda, após a aprovação do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) no domingo. Profissionais de saúde na linha de frente da Covid-19 devem ser os primeiros a receber a vacina.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS EM TEMPO REAL

O gráfico oficial mais recente divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que o número casos acumulados de pessoas infectadas pelo coronavírus no Brasil chega aos 21 mil em apenas 24 horas, em comparação com a avaliação feita no dia anterior. No site é possível ver também o número de óbitos e de pessoas recuperadas da COVID-19.
O panorama geral feito pela Universidade John Hopkins, dos EUA, mostra que foram identificados mais de 267 mil novos casos de infectados pelo coronavírus no mundo em apenas 24 horas. EUA lideram os rankings de confirmados, seguido pelo Brasil, com mais de 3,5 milhões de casos. Em relação ao número de óbitos, o Brasil ocupa atualmente o 2º lugar no ranking mundial, com quase 113 mil óbitos.

FAKE NEWS

Diariamente, o Observatório do Coronavírus publica esclarecimentos sobre as mais recentes fake news divulgadas nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Confira:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Foto: Governo de São Paulo

Observatório do Coronavírus #55

Novo balanço sobre coronavírus na Itália aponta mais de 10 mil mortes e quase 93 mil pessoas infectadas; Governo de SP inaugura 1º hospital de campanha na capital