26 de fevereiro de 2021

Observatório do Coronavírus #287

São Paulo entra na fase laranja e tem “toque de restrição”

Em meio ao crescimento dos números de infecções e internações por Covid-19 em São Paulo, o Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (26), medidas para conter o avanço do novo coronavírus. Entre elas está a antecipação da vacinação para idosos de 80 a 84 anos e de 77 a 79 anos e, ainda, a reclassificação do Plano SP.

A campanha de imunização de idosos de 80 a 84 anos foi antecipada em dois dias, com início para este sábado (27), a exemplo do que foi definido pela Prefeitura de São Paulo. Além disso, a vacinação da população de 77 a 79 anos foi adiantada para a próxima quarta-feira (3). As duas faixas etárias somam 993 mil pessoas. Até as 12h40 desta sexta-feira, São Paulo aplicou 2.245.428 vacinas, das quais 489.446 foram em pessoas que receberam a segunda dose.

Além disso, o governador João Doria, anunciou nesta tarde a reclassificação de seis regiões do Plano SP, que regrediram para fases de maiores restrições. A Grande São Paulo e as regiões de Campinas, Sorocaba e Registro saíram da fase amarela para a laranja.
Nesse faseamento, todos os estabelecimentos liberados pela amarela podem funcionar, mas até as 20 horas (em vez de 22 horas), com até 40% de ocupação, funcionamento de até 8 horas por dia e, no caso dos bares, não é permitido servir bebidas (apenas refeições). Aqueles considerados prestadores de serviços essenciais, como supermercados, farmácias e postos de gasolina, não têm limitação.

As determinações ocorrem em um momento em que há recordes de internações pelo novo coronavírus nas UTIs e terá, a partir desta noite, uma força-tarefa (chamada de “toque de restrição”) para autuar e conter aglomerações entre as 23:00 e as 5:00.

O Sistema Único de Saúde (SUS) enfrenta o seu pior momento desde o início da epidemia do novo coronavírus no Brasil: as taxas de ocupação de UTIs do sistema público batem recordes, com 17 capitais registrando lotação de pelo menos 80%.

As capitais com os piores indicadores são Porto Velho (RO), com lotação de 100%, Rio Branco (AC), com 88,7%, Manaus (AM) com 94,6%, Boa Vista (RR), com 82,2%, Palmas (TO), com 80,2%, São Luís (MA), com 88,1%, Teresina (PI), com 93%, Fortaleza (CE), com 94,4%, Natal (RN), com 89,0%, Recife (PE), com 80,0%, Salvador (BA), com 82,5%, Rio de Janeiro (RJ), com 85,0%, Curitiba (PR), com 90,0%, Florianópolis (SC), com 96,2%, Porto Alegre (RS), com 84,0%, Campo Grande (MS), com 85,5%, e Goiânia (GO), com 94,4%.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que o Brasil só deverá ter uma diminuição no número de internações e mortes por Covid-19 em maio ou junho, quando a vacinação conseguir alcançar a população acima de 60 anos.

“Imagino que vamos aguardar mais tempo, até maio ou junho, para cobrir esse grupo [pessoas acima de 60 anos] e, aí sim, ter uma diminuição no número de internações e óbitos”, declarou Covas em entrevista à imprensa na manhã desta sexta-feira (26).

Um dia após atingir a marca de 250 mil mortes por Covid-19, o Brasil voltou a apresentar números alarmantes. Na última quinta-feira (25), o país registrou o recorde de novas mortes causadas pela doença nas últimas 24 horas: 1.582. O levantamento é do Consórcio de Veículos de Imprensa, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Até então, o dia com maior número de mortes por covid-19 havia sido computado em 29 de julho, com 1.554 óbitos. Os números não indicam quando os óbitos ocorreram de fato, mas, sim, quando passaram a contar dos balanços oficiais. O total de vítimas até agora é de 251.661.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT-BA), prevê que “a saúde vai colapsar e o Brasil mergulhará no caos em duas semanas”. A afirmação foi feita durante entrevista com o jornal Folha de S.Paulo nesta quinta-feira (25), depois de anunciar a suspensão de todas as atividades não-essenciais no estado no fim de semana para tentar conter a disseminação do novo coronavírus.

“Já estamos vendo o problema se agravar no país todo. No Rio Grande do Sul, na Bahia, no Ceará. Nunca tivemos uma situação igual”, afirma.

O Governo de Santa Catarina anunciou um lockdown para este final de semana em todo o estado. O funcionamento de serviços não essenciais ficará suspenso das 23h de hoje até as 6h de segunda-feira (1º). A decisão foi tomada para enfrentar o novo coronavírus em um momento de agravamento da pandemia no estado. A medida também vale para o próximo final de semana. O lockdown começará às 23h da sexta-feira (5) e terminará às 6h de segunda-feira (8).

Santa Catarina registrou 7.164 mortes por covid-19 desde o início da pandemia, segundo dados do Ministério da Saúde. A taxa de ocupação na UTI na rede pública é de 91,2%.

A União Europeia se reuniu na última quinta-feira (25) para discutir os múltiplos problemas que o bloco enfrenta devido à pandemia de Covid-19, depois que o mundo recebeu notícias encorajadoras da Pzifer sobre a eficácia de sua vacina em condições reais.

O mundo espera que as vacinas interrompam a pandemia, enquanto as campanhas estão mais lentas do que o esperado.
Na União Europeia (UE), o atraso na distribuição das preciosas doses tem sido fonte de descontentamento e nesta quinta-feira os líderes do bloco vão realizar uma cúpula virtual para tentar resolver o problema e também lidar com os polêmicos fechamentos de fronteiras ordenados em decorrência do aparecimento de novas cepas.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS EM TEMPO REAL

O painel é composto pela síntese de casos, óbitos, incidências e mortalidade das infecções pelo coronavírus no Brasil, resultado da soma de dados das Secretarias Estaduais de Saúde, divulgados pelo Ministério da Saúde
O panorama geral feito pela Universidade John Hopkins, dos EUA, mostra que o mundo tem 113.133.610 pessoas infectadas pelo coronavírus. Os EUA é o país que lidera o ranking com 28.415.626 infectados, seguido por Índia e Brasil, com 11.063.491 e 10.390.461 respectivamente.

FAKE NEWS

Diariamente, o Observatório do Coronavírus publica esclarecimentos sobre as mais recentes fake news divulgadas nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Confira:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Foto: Vincent West/Reuters

Observatório do Coronavírus #85

Número de casos no mundo se aproxima de 3 milhões; Nova Zelândia afirma que conseguiu vencer a batalha contra o novo coronavírus