31 de março de 2021

Observatório do Coronavírus #301

Butantan entrega 3,4 milhões vacinas para o Ministério da Saúde

O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (31) a antecipação da vacinação para pessoas com 68 anos sexta-feira (2). O anúncio foi feito no Palácio dos Bandeirantes, em entrevista coletiva para tratar de medidas de combate ao coronavírus. Antes, a vacinação para este público de 340 mil pessoas estava prevista para 5 de abril.

O governo anunciou também que o Instituto Butantan entregou 3,4 milhões de doses da Coronavac para o Ministério da Saúde. Até agora, 36,2 milhões de doses já foram entregues.

Outro anúncio foi a compra de 2 mil cilindros de oxigênio e de 1 mil concentradores de oxigênio, que serão distribuídos para cidades que não possuem oficinas de oxigênio. Além disso, o Hospital das Clínicas ampliou o número de leitos para coronavírus, com 68 vagas de UTI e 75 de enfermaria. Com isso, a unidade chega a 628 leitos para o atendimento de casos graves de coronavírus.

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e Arthur Lira, pediram hoje ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que o governo federal trabalhe junto com a iniciativa privada nas ações de enfrentamento ao coronavírus.

Em reunião do recém-criado comitê de coordenação nacional da covid-19, os chefes do Congresso pleitearam a sanção presidencial ao projeto de lei aprovado ontem (30) no Senado que permite que empresas contratem leitos de UTI mediante contrapartidas tributárias.

Os laboratórios BioNTech e Pfizer anunciaram hoje (31) que um estudo indicou que a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelas empresas tem eficácia de 100% nos jovens com idades entre 12 e 15 anos. Os dados ainda não foram revisados por pares.

Os testes clínicos de fase 3 com 2.260 adolescentes dos Estados Unidos “mostraram uma eficácia de 100% e uma resposta robusta na forma de anticorpos”, afirmaram as empresas em um comunicado.

O governo federal anunciou hoje (31) o calendário oficial de pagamento do auxílio emergencial 2021. O pagamento começará a ser feito a partir da próxima terça-feira (6), com depósitos em contas digitais na Caixa Econômica Federal. O calendário de pagamento vai variar conforme a data de nascimento do beneficiário.

O anúncio foi feito após reunião entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Ministro da Cidadania, João Roma, e os presidentes da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e Dataprev, Gustavo Canuto. O auxílio emergencial 2021 está mais restrito do que o do ano passado. Será pago em quatro parcelas, com valores de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, dependendo da família, limitado a um benefício por família.

A demora da China em enviar nova remessa de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para produzir a CoronaVac despertou a preocupação do mundo político que, desde a semana passada, se movimenta para reverter a tendência.

O objetivo de políticos que atuam para evitar a escassez do insumo é garantir uma entrega prevista –mas não confirmada– para a semana que vem. É o suficiente para produzir ao menos 3 milhões de doses. Sem esse envio, o cronograma de entregas de vacinas pelo Butantan para abril não será cumprido.

O número de vítimas da Covid-19 no estado de São Paulo segue em patamares altos, e batendo recordes a cada semana. Os registros de novos óbitos nas últimas 24 horas chegaram a 1.160. É quase o dobro do registrado há 15 dias para o mesmo dia da

A comparação não está sendo feita com a quarta (24) porque, na semana passada, o Ministério da Saúde tentou alterar a forma de notificações de mortes, o que gerou confusão, impediu os registros e tornou impossível qualquer tipo de equivalência com o período. Apenas 281 registros conseguiram ser finalizados naquele dia, um número muito aquém da realidade.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomendou hoje que “não se utilize a ivermectina” para os pacientes de Covid-19, salvo nos ensaios clínicos – afirma a instituição em um comunicado.

A ivermectina é um medicamento antiparasitário de uso comum que tem sido bastante promovido nas redes sociais, mas que, segundo o grupo de especialistas da OMS, os dados dos estudos clínicos para medir sua eficácia contra a Covid-19 não deram resultados conclusivos.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS EM TEMPO REAL

O painel é composto pela síntese de casos, óbitos, incidências e mortalidade das infecções pelo coronavírus no Brasil, resultado da soma de dados das Secretarias Estaduais de Saúde, divulgados pelo Ministério da Saúde
O panorama geral feito pela Universidade John Hopkins, dos EUA, mostra que o mundo tem 128.421.931 pessoas infectadas pelo coronavírus. Os EUA é o país que lidera o ranking com 30.399.372 infectados, seguido por Brasil e Índia, com 12.658.109 e 12.149.335, respectivamente.

FAKE NEWS

Diariamente, o Observatório do Coronavírus publica esclarecimentos sobre as mais recentes fake news divulgadas nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Confira:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas