12 maio 2021

Observatório do Coronavírus #314

Novo contrato prevê a entrega de 54 milhões de doses

O Instituto Butantan, de São Paulo, liberou mais 1 milhão de doses ao Programa Nacional de Imunizações e concluiu o primeiro contrato com o Ministério da Saúde. Nestasexta-feira, será enviado mais 1,1 milhão de doses, já contemplando o início do segundo contrato para mais 54 milhões de vacinas.

Nesta semana, o governo do Estado de São Paulo também anunciou que o número de policiais militares afastados com sintomas ou diagnóstico de Covid caiu 82% após o início da vacinação do efetivo, em 5 de abril.A diminuição também ocorreu nas internações de policiais em enfermarias e UTI que caíram 71% e 34%, respectivamente. Em São Paulo, já vacinado 96% do efetivo total da Polícia Militar pelo menos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19.
O plano do governo paulista incluiu os policiais federais que atuam em São Paulo, policiais militares, civis, bombeiros, da Polícia Científica, agentes de segurança e de escolta penitenciária, e guardas civis metropolitanos municipais.
Em relação à vacinação de grávidas, estão suspensas em quase todas as capitais brasileiras a aplicação de imunizantes da AstraZeneca depois de relato caso adverso grave. Agora, as gestantes estão recebendo vacinas da SinoVac ou da Pfizer, quando estas estão disponíveis.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas