7 jul 2021

Observatório do Coronavírus #335

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira que adiantará o calendário de vacinação contra a Covid-19 no Estado. Sem precisar uma data, o governo informou que todos os adultos acima de 18 anos aptos a tomar a vacina devem receber ao menos a primeira dose bem antes de 15 de setembro, a meta anterior. Segundo o governador João Doria, isso será possível porque foram compradas 4 milhões de doses prontas da CoronaVac diretamente da fabricante, a SinoVac.

Ainda em São Paulo, segundo dados da Coordenadoria de Vigilância de Saúde (Covisa) e pela Prefeitura de São Paulo, há indícios de transmissão comunitária por variante Delta do coronavírus na capital. Segundo Luiz Artur Vieira Caldeira, coordenador da Covisa, está sendo feito o inquérito epidemiológico para saber exatamente como foi feita a contaminação da variante, pois há um paciente que não viajou em nenhum momento e apenas trabalha em home office. Especialistas alertam que a transmissão comunitária é um indicativo que a cepa está circulando pela cidade. 

A variante Delta está sendo no momento uma grande preocupação para os epidemiologistas, principalmente no Brasil, pois esta cepa é considerada uma das mais perigosas. Ela se espalha rapidamente, sendo 50% mais transmissível que as variantes anteriores. A Delta não tem um mecanismo de transmissão diferente, apenas uma capacidade melhor de entrar nas células humanas uma vez em contato com o corpo. 

Em questão de vacinação no país, dados indicam que o Brasil tem 13,13% da população com a imunização completa (as duas doses garantidas). De acordo com informações reunidas pelo consórcio de veículos de imprensa, junto às secretarias dos Estados, o país chegou a 78,4 milhões de vacinados com pelo menos a primeira dose da vacina.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Funcionária usa máscara de proteção em aeroporto - Foto: Rahel Patrasso / REUTERS

Observatório do Coronavírus #67

Coronavírus já infectou mais de 1,5 milhão de pessoas em todo o mundo; EUA lideram ranking de países com mais infectados, enquanto Brasil ocupa o 14º lugar