Foto: Divulgação

14 de abril de 2020

Observatório do Coronavírus #72

Mais de 720 mil testes de diagnóstico para o coronavírus chegam ao Brasil vindos da Coreia do Sul; Quarentena é estendida até 30 de abril no Rio de Janeiro

Foto de capa: Divulgação
 

Ouça a matéria:

Uma carga com 726 mil testes para diagnóstico do novo coronavírus chegou ao Brasil na manhã desta terça-feira, pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Os kits, encomendados pelo Instituto Butantan, vieram da Coreia do Sul, e mais 550 mil testes devem chegar nos próximos dias, para suprir a necessidade dos exames no estado. A previsão do governo estadual é fazer a importação de 1 milhão de testes para ampliar a capacidade de diagnóstico.

No Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel prorrogou até dia 30 de abril o decreto da quarentena, depois que o estado aumentou o número de casos por coronavírus. Com isso, mantém-se a proibição de realização de eventos e quaisquer atividades que possam atribuir a aglomeração de pessoas, bem como a visitação de pontos turísticos como Pão de Açúcar e Cristo Redentor.

Contudo, Witzel manteve no decreto o funcionamento parcial de feiras ao ar livre, desde que as barracas preservem o distanciamento de no mínimo dois metros e disponibilizem álcool 70% para os clientes. Cabe às prefeituras das cidades decidirem sobre o funcionamento de bares e restaurantes, e comércios de pequeno porte.

Já em São Paulo, apesar da taxa de isolamento ter subido de 47% para 59%, o governador João Dória, anunciou que pretende tomar medidas mais rígidas para que seja alcançado o índice de 70% de isolamento nessa quarentena. Afinal, de acordo com o governador, quanto maior for o isolamento mais rapidamente o estado sairá da crise e voltará às atividades normais.

São Paulo e Rio de Janeiro detém a maior concentração de casos confirmados da COVID-19 no Brasil, juntos somam mais de 12 mil contágios e quase 800 mortes. De acordo com o novo balanço sobre a situação no país divulgado hoje pelo Ministério da Saúde, foram confirmados 25.262 casos de pessoas infectadas e 1.532 óbitos.

Segundo a pneumologista Patricia Canto Ribeiro, da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, o Brasil está vivendo um impacto nos serviços de saúde, e a tendência é que isso piore nas próximas semanas. Ela explica que o novo coronavírus chega quando o tempo começa a esfriar, e já há um aumento do número de internações por doenças respiratórias virais.

Uma das medidas que estão sendo tomadas por vários estados brasileiros é o uso de máscaras ao sair de casa. Em Foz do Iguaçu, por exemplo, a prefeitura decretou o uso de máscaras em locais públicos e proibiu a entrada de crianças de até 14 anos e idosos acima de 60 em supermercados, farmácias e demais estabelecimentos comerciais. De acordo com a determinação, quem desrespeitar o decreto poderá ser notificado e responder criminalmente por desobedecer a medida sanitária.

O Ceará é o quinto estado com a maior taxa de mortalidade pela Covid-19 e registrou 101 óbitos e 1.935 casos confirmados até o final da tarde de ontem. Em Fortaleza, são 1.686 casos confirmados e 78 óbitos, segundo atualização da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Sendo assim, Fortaleza torna-se a capital com maior número de casos do novo coronavírus por milhão de habitantes .

Testes rápidos para a detecção de infecção estão sendo realizados por, pelo menos, dois laboratórios em Fortaleza. Porém, os dispositivos fabricados na China e doados pela mineradora Vale foram validados em um laboratório particular, por encomenda do Ministério da Saúde. O resultado indicou que há 75% de chance de erro em resultados negativos, enquanto a probabilidade para um falso-positivo é 14%.

Com o número de casos aumentando cada vez mais no estado, os médicos e profissionais da saúde chegam a trabalhar 14h por dia, relatando o medo pelo contágio da doença. Há relatos de voluntários que atendem pacientes com o vírus que não conseguem sair para absolutamente nada durante o trabalho, e que as pausas são exclusivas para o período da madrugada.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS NO BRASIL EM TEMPO REAL

Mapa de casos no país atualizado em tempo real
Calculadora de pressão assistencial por Estado - A calculadora permite estimar a pressão assistencial esperada em função de incremento de necessidade de internações pelo COVID-19. Todos os parâmetros abaixo podem ser ajustados para melhor refletir a sua realidade local. Uma vez ajustados a simulação considera os novos parâmetros escolhidos para estimar a taxa de ocupação de leitos em cada município

LINKS RELACIONADOS

Foto: Pilar Olivares/Reuters
Foto: Pilar Olivares/Reuters

FAKE NEWS

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas