Ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, Ermando Armelino Piveta, de 99 anos, que recebeu alta do Hospital das Forças Armadas, em Brasília - Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

15 de abril de 2020

Observatório do Coronavírus #73

14 mil pessoas já se recuperaram do Coronavírus no Brasil; OMS confirma 3 vacinas para COVID-19 em testes clínicos

Foto de capa: Ueslei Marcelino/Reuters
 

Ouça a matéria:

O Brasil possui pelo menos 14.026 pacientes recuperados do novo Coronavírus e mais de 9 mil ainda estão internados, segundo o Ministério da Saúde. Porém, devido à falta de testes, esses números podem ser subestimados. Um paciente só pode ter o diagnóstico de “recuperado” se ele tiver sido testado positivo pela Covid-19.  

Pesquisadores estimam que o Brasil tenha 313 mil pessoas infectadas pelo novo Coronavírus, número 15 vezes maior do que o registrado atualmente. A pesquisa leva em conta a subnotificação de casos e usa dados de 11 de abril, quando o número de casos confirmados pelo Ministério da Saúde era de 20.727. Até esta data, o número real projetado pela pesquisa é de 313.288 pessoas infectadas pela Covid-19.

Em novo balanço divulgado na tarde de hoje, o Ministério confirmou 28.320 casos de pessoas infectadas e 1.736 óbitos.

Rodrigo Gaete, doutor em enfermagem pela USP e responsável pela pesquisa, explica que usou o registro de óbitos, tomando como referência a taxa de letalidade estimada pela Coréia do Sul de 1,0% (país com ampla taxa de testes na população), e aplicou ao Brasil, ajustando a pirâmide etária e o tempo entre os dados acumulados. As projeções de resultado consideram um atraso entre o acumulado de óbitos e casos confirmados de pelo menos 10 dias. Esse atraso pode influenciar, e muito, no número de casos confirmados e consequentemente no número de óbitos.

O Ministério da Saúde investiga outras 327 mortes causadas pela Covid-19, em sete estados: No Rio de Janeiro, são 121. No Ceará, 64 e, em Minas Gerais, 60. Também há investigações de mortes em curso em Pernambuco (55), Amazonas (13), Bahia (7) e Santa Catarina (7). Até a tarde dessa terça-feira (14), o número confirmado de óbitos era de 1.532.

Com a taxa de infectados aumentando cada vez mais e o número de leitos limitados, os municípios pequenos temem por estrutura restrita para transferir pacientes graves com a Covid-19. No Ceará, prefeitos mapeiam fragilidades e, no Amazonas, cobram transporte aéreo. Quase 15% da população que depende do SUS não conta com leitos de UTI. As Unidades de Terapia Intensiva estão localizadas nas cidades-polo – geralmente com mais de 70 mil habitantes – onde se concentram as equipes de intensivistas, médicos especializados e profissionais da saúde que atendem essas regiões, incluindo cidades pequenas próximas.

O fluxo de pacientes dessas cidades tem aumentado, fazendo com que governadores trabalhem para expandir os locais e criem mais leitos nas cidades de referência. Enquanto isso, os prefeitos e autoridades adotam medidas de isolamento alertando a população, para conter o contágio do Coronavírus e evitar o colapso em hospitais.

No Rio de Janeiro, a prefeitura da capital está usando a tecnologia a favor da população. O “Drone falante” começa a ser usado para ‘espantar’ aglomerações, sobrevoando ruas com mensagens para os cariocas ficarem em casa ou respeitarem a distância. De acordo com a Prefeitura do Rio, as ações do drone serão transmitidas em tempo real para a base operacional no Riocentro, onde funciona o Gabinete de Crise da Prefeitura, e para o Centro de Operações, na Cidade Nova, no Centro. Além disso, o rastreamento de celulares passa a ser usado para indicar possíveis locais com aglomeração de pessoas, dessa forma, o drone será enviado ao local para fazer os alertas necessários.

 

Três vacinas para Covid-19 estão em testes clínicos, segundo a OMS

Uma boa notícia: o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse hoje que três vacinas para a Covid-19 estão em fase de testes clínicos. Além disso, pelo menos outras 70 estão sendo desenvolvidas, segundo a entidade.

De acordo com Tedros, mais de 90 países mostraram interesse para participar do “teste Solidariedade” e mais de 900 pacientes já foram cadastrados para avaliar a segurança e eficácia de 4 drogas ou combinações de drogas para combater a doença.

A OMS está monitorando os efeitos dos corticóides e outras drogas anti-inflamatórias no tratamento da Covid-19, além de estratégias para uso de oxigênio e respiradores para os pacientes.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS NO BRASIL EM TEMPO REAL

Mapa de casos no país atualizado em tempo real
Calculadora de pressão assistencial por Estado - A calculadora permite estimar a pressão assistencial esperada em função de incremento de necessidade de internações pelo COVID-19. Todos os parâmetros abaixo podem ser ajustados para melhor refletir a sua realidade local. Uma vez ajustados a simulação considera os novos parâmetros escolhidos para estimar a taxa de ocupação de leitos em cada município

LINKS RELACIONADOS

Países europeus consideram aplicativos para celulares para rastrear pessoas infectadas por COVID-19 - Foto: HANNAH MCKAY/Reuters
Países europeus consideram aplicativos para celulares para rastrear pessoas infectadas por COVID-19 - Foto: HANNAH MCKAY/Reuters

FAKE NEWS

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #152

SP afirma que potencial vacina contra COVID-19 será testada em seis Estados brasileiros. Antiviral produzido pela Pfizer também apresenta bons resultados.