Foto: ALEXANDRE BRUM/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

25 de abril de 2020

Observatório do Coronavírus #83

OMS alertou sobre a incerteza quanto à reinfecção pelo coronavírus; Prefeitura de São Paulo decretou luto de 3 dias por mortes pela COVID-19

Foto de capa: ALEXANDRE BRUM/ESTADÃO CONTEÚDO

Ouça a matéria:

A Organização Mundial da Saúde informou neste sábado que atualmente não há evidências de que as pessoas que se recuperaram da COVID-19 estão protegidas contra uma segunda infecção por coronavírus.

Em um comunicado, a agência das Nações Unidas alertou contra a emissão de “passaportes de imunidade” ou “certificados sem risco” para pessoas que foram infectadas, dizendo que a prática pode realmente aumentar o risco de propagação, pois pode ignorar o conselho padrão. 

Os termos se referem a uma documentação que começaria a ser emitida para pessoas consideradas recuperadas da doença. Uma vez rastreados para determinar se eles desenvolveram anticorpos para torná-los imunes ao vírus, eles poderiam voltar imediatamente ao trabalho. Chile, EUA, Alemanha, Reino Unido e Espanha já haviam anunciado a medida. O Ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes, também manifestou interesse no documento. 

O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil se aproxima dos 53 mil e o total de mortes chegou a 3.670. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde de ontem. O número de contágios diários é maior do que o registrado na Itália hoje, quando, em termos absolutos, o país europeu teve um crescimento de 3.021 casos em um dia.

São Paulo continua com os maiores números, com quase 18 mil casos e mais de 1.500 óbitos. A marca levou o prefeito Bruno Covas a decretar três dias de luto oficial da capital. Na declaração de luto publicada durante a noite, Covas diz sentir “profundo pesar” pelas mortes ocorridas na cidade durante os últimos meses. O decreto destaca ainda “o espírito de solidariedade do povo paulistano, que está enfrentando unido a grave pandemia causada pelo novo coronavírus”.

O aumento no número de mortes fez a Prefeitura de São Paulo anunciar um novo plano de contingência do Serviço Funerário na última quinta-feira (23/4). O plano prevê a abertura de 13 mil novas valas e a compra de novas câmaras refrigeradas para abrigar corpos, além da suspensão de velórios de vítimas do novo coronavírus e a realização de sepultamentos noturnos.

Em segundo lugar no ranking da pandemia no Brasil está o Rio de Janeiro, que registra mais de 6.200 pessoas diagnosticadas e 570 mortes. 

Sem leitos de UTI nas unidades estaduais de Saúde, o Rio inaugurou hoje o primeiro hospital de campanha dentre os oito anunciados pelo governo para conter a pandemia. Construído no Leblon, na zona sul da capital, a unidade abriu 30 leitos, sendo dez de UTI. Mais vagas serão disponibilizadas aos poucos, até chegar a 200 – divididos igualmente entre UTI e enfermaria.

Número de casos de indígenas infectados por coronavírus triplica a cada 5 dias no país. De acordo com os dados da Secretaria Especial de Saúde Indígena – SESAI, no dia 13/4 havia nove casos. O número saltou para 26 no dia 18/4 e chegou a ao menos 75 testes positivos agora. Com isso, os registros entre índios aumentaram 744% em pouco mais de uma semana no país.

 

Coronavírus no mundo

O número total de casos oficiais do novo coronavírus nos EUA ultrapassou 828 mil. Destes, 824.230 estão confirmados e 4.211 são prováveis. Os dados foram divulgados pelo Centro para o Controle e Prevenção de Doenças. Já o número de mortes causadas pela COVID-19 chegou a 46.379. O estado de Nova York é o que registra o maior número de casos oficiais da doença no país, com um total de 253 mil, seguido por Nova Jersey, com quase 96 mil.

O governo estadunidense voltou a atacar a China. Nesta semana, os EUA sugeriram que o país asiático pode ter tomado conhecimento dos primeiros casos do novo coronavírus em novembro, e não em dezembro, como alegam as autoridades chinesas. O governo de Donald Trump também acusa a China de ter demorado a avisar o mundo sobre o surgimento do vírus.

O gigante asiático ampliou as restrições em seus novos focos de infecção por coronavírus. A cidade de Harbin proibiu nesta semana a entrada nas zonas residenciais de quem não for morador. Além disso, veículos com placa de outros lugares também não poderão entrar. Já na semana passada havia ordenado quarentenas de quatro semanas para quem chegasse do exterior, com testes obrigatórios para coronavírus e de anticorpos para cada um desses viajantes. Os complexos residenciais onde foram detectados casos, sintomáticos ou não, terão que impor um confinamento de 14 dias.

A Espanha divulgou neste sábado as diretrizes da medida que permitirá que as crianças saiam de casa a partir deste domingo, depois de seis semanas vivendo sob um dos confinamentos mais rígidos da Europa. A decisão foi tomada após os balanços diários da pandemia apontarem uma queda nas mortes causadas pelo novo coronavírus no país, um dos mais afetados pela doença. Especialistas do país veem evidências suficientes de que o vírus está sob controle para começar a diminuir a quarentena.

Em meio à epidemia do novo coronavírus e à quarentena obrigatória, a Itália comemorou hoje os 75 anos de liberação do nazifascismo olhando o exemplo do passado para tentar projetar o futuro. O canto de “Bella Ciao”, hino contra o fascismo, foi cantado por um grupo de artistas, intelectuais e instituições da sociedade civil em uma live no Facebook. A festividade digital criou ainda uma campanha para arrecadar 300 mil euros, que serão destinados à organizações empenhadas na luta contra a pandemia e seus efeitos sociais.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS NO BRASIL EM TEMPO REAL

Mapa de casos no país atualizado em tempo real
Calculadora de pressão assistencial por Estado - A calculadora permite estimar a pressão assistencial esperada em função de incremento de necessidade de internações pelo COVID-19. Todos os parâmetros abaixo podem ser ajustados para melhor refletir a sua realidade local. Uma vez ajustados a simulação considera os novos parâmetros escolhidos para estimar a taxa de ocupação de leitos em cada município
Gráfico do Ministério da Saúde de casos acumulados de pessoas infectadas e óbitos

LINKS RELACIONADOS

Ministro da Saúde diz que governo vai distribuir 272 respiradores a estados - Foto: Reprodução
Ministro da Saúde diz que governo vai distribuir 272 respiradores a estados - Foto: Reprodução

FAKE NEWS

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Foto: Reuters

Observatório do Coronavírus #93

Brasil está entre os país com mais recuperados da COVID-19; União Europeia arrecadou €7,4 bi para financiar pesquisa de vacina