Pequim inaugura seu novo aeroporto internacional

26 de setembro de 2019

Pequim inaugura seu novo aeroporto internacional

Conclusão das obras antecede as comemorações do 70 anos da fundação da República Popular da China

O novo aeroporto internacional de Pequim-Daxing foi inaugurado na quarta-feira, 25/9, pelo presidente chinês, Xi Jinping. A entrega do novo terminal acontece dias antes do início das celebrações pelo 70º aniversário de fundação da República Popular da China. As novas instalações vão evitar a saturação do atual aeroporto, que recebe mais de 100 milhões de passageiros anualmente.

O presidente chinês, Xi Jinping, inaugurou o novo aeroporto em cerimônia realizada na quarta-feira, 25/9
O presidente chinês, Xi Jinping, inaugurou o novo aeroporto em cerimônia realizada na quarta-feira, 25/9
Trabalhadores caminham por um dos grandes saguões do aeroporto
Trabalhadores caminham por um dos grandes saguões do aeroporto

A estrutura construída em formato de estrela-do-mar possui área equivalente a 25 campos de futebol de tamanho padrão e inclui 5 ramais, uma estação de metrô e uma estação de trem de alta velocidade. De acordo com os criadores, o novo edifício de 700 mil m2 é o maior terminal aéreo do mundo. O projeto é da arquiteta anglo-iraniana Zaha Hadid e custou cerca de US$17,5 bilhões.

Uma das imagens do projeto de Zaha Hadid
Uma das imagens do projeto de Zaha Hadid

O aeroporto operará em capacidade total em 2040, com oito pistas sendo uma delas de uso exclusivo militar. A expectativa é que Pequim possa receber um total de 170 milhões de passageiros espalhados entre os dois aeroportos a partir de 2025.

Conheça 4 arquitetos que inovaram a arquitetura chinesa!

 

China conclui a mais longa ponte ferroviária transoceânica do mundo

Ainda na quarta-feira, 25/9, foi concluída no sudeste da província de Fujian a estrutura principal da maior ponte ferroviária transoceânica do mundo. Com 16,34 km de extensão, a ponte liga a Ilha Pingtan e outras quatro ilhotas ao continente. A celebração reuniu centenas de trabalhadores e oficiais do governo em uma grande festa de fogos de artifício.

Trabalhadores celebram a conclusão da estrutura principal da ponte
Trabalhadores celebram a conclusão da estrutura principal da ponte

O ambicioso projeto atraiu a atenção do mundo inteiro por abranger uma área até então vista como “zona proibida” para a construção de uma estrutura tão grande. A região é afetada por fortes vendavais e ondas altas durante a maior parte do ano. É conhecida como um dos três mares mais perigosos do mundo, junto com o Triângulo das Bermudas e o Cabo da Boa Esperança.

O último trecho da ponte sendo erguido
O último trecho da ponte sendo erguido

Mais de 1,24 milhão de toneladas de aço foram necessárias para a construção da ponte. Essa quantidade é suficiente para construir 190 torres Eiffel. A estrutura consumiu cerca de 3 milhões de metros cúbicos de cimento, nove vezes a quantidade usada para construir as torres Burj Khalifa em Dubai.

A estrutura possui uma rodovia na parte superior e uma ferrovia na parte inferior, projetada para suportar trens-bala que viajam a uma velocidade de 200 km/h
A estrutura possui uma rodovia na parte superior e uma ferrovia na parte inferior, projetada para suportar trens-bala que viajam a uma velocidade de 200 km/h

Os habitantes das áreas beneficiadas acreditam que este grande projeto trará novos empreendimentos para a ilha, fortalecendo a economia. “A nova ponte é mais do que uma mera construção”, disse Chen Chien-hsiang, morador de Pingtan. “Também promete um futuro melhor para as pessoas que escolheram viver e trabalhar aqui”.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas