Projeto premiado de estudante campinense fala sobre imigração chinesa em Campinas

23 de setembro de 2019

Projeto sobre a imigração chinesa é premiado em Campinas

Projeto de iniciação científica fala sobre a chegada de imigrantes chineses no interior de São Paulo

As adversidades enfrentadas por imigrantes chineses que se estabeleceram na cidade de Campinas, interior de São Paulo, foi tema do projeto de iniciação científica do estudante de jornalismo da UNIP Fernando Henrique Silva. O projeto ficou em exposição na unidade Indianápolis e foi premiado com o 1º lugar na categoria de Melhor Projeto do Curso de Jornalismo da instituição.

Projeto premiado de estudante campinense fala sobre imigração chinesa em Campinas
O estudante Fernando Henrique Silva recebe o prêmio de  Melhor Projeto do Curso de Jornalismo da UNIP

Fernando iniciou sua pesquisa fazendo um levantamento bibliográfico sobre estudos e temas relacionados. O estudante conta que teve muita dificuldade em encontrar fontes para elaborar o projeto. “Há pouco material, principalmente relacionado à imigração chinesa em Campinas”, conta. “Foi muito difícil conseguir que algumas pessoas aceitassem participar do projeto, talvez pela própria cultura, a maioria dos chineses que entrevistei acabou desistindo do projeto.”

As entrevistas revelaram detalhes históricos que surpreenderam o estudante. “Os primeiros imigrantes chineses vieram na época de Dom João VI. Interessado no mercado europeu de chá, o então regente do Brasil decidiu implantar a cultura no país. Para isso, negociou a vinda dos primeiros chineses ao Brasil no final do séc XIX”, explica Fernando. “Com o fracasso do plantio, parte dos imigrantes retornaram para a China, enquanto outros foram abandonados à sua própria sorte.”

Fernando e o projeto de iniciação científica sobre a história da imigração chinesa em Campinas
Fernando e o projeto de iniciação científica sobre a história da imigração chinesa em Campinas

O estudante conta que descobriu que muitas famílias de imigrantes chineses ainda conservam alguns costumes e tradições. “Conheci um casa que foi unido por casamento arranjado na década de 1990, costume que eu acreditava não existir mais. A mulher estava na China e o rapaz em Campinas. As tecnologias da época não eram como as hoje e os custos de uma ligação telefônica eram altos. Tudo foi arranjado por uma carta. A tia dessa mulher morava no Brasil e enviou uma correspondência para a sobrinha, contando sobre um amigo do tio que estava solteiro. Depois de algum tempo, a moça veio para o Brasil e o rapaz foi buscá-la no aeroporto. Casaram-se no dia seguinte e estão juntos até hoje,” conta Fernando.

Uma das fontes contou ao rapaz que a semelhanças entre chineses e brasileiros ajudou a aproximar culturas tão diferentes. “O fator que mais impressiona é a resignação do chinês que, em busca de uma vida melhor, arrisca o que tem e o que não tem em uma terra desconhecida”, declara o estudante. “Acredito que os primeiros imigrantes encontraram muito mais dificuldades pela falta de conhecimento ou amparo por aqui”, complementa.

Projeto premiado de estudante campinense fala sobre imigração chinesa em Campinas
Projeto de Fernando ficou em exposição na UNIP Indianápolis, em São Paulo

O projeto alcançou o objetivo de contar a história de imigrantes chineses que enriqueceram a cultura de Campinas, contribuindo com seus conhecimentos milenares, tradições e costumes. “O comércio acabou sendo o ponto de destaque, principalmente porque os chineses que aceitaram participar do projeto são comerciantes. Mas há empresas de tecnologia, de chineses que contribuem intelectualmente com o desenvolvimento da cidade e artistas, de diversos segmentos, que enriquecem Campinas com a sua diversidade cultural,” conta Fernando. “Constatei que diferente dos primeiros imigrantes, os chineses que chegaram em meados de 1960 foram bem recebidos e. Apesar das dificuldades com o idioma e a cultura, a maioria relata não ter sido vítima de preconceitos e hoje consideram-se campineiros pelo amor que tem pela cidade”, finaliza o estudante.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #120

SP começou hoje a flexibilização da quarentena em várias cidades do estado; Prefeitura do Rio de Janeiro decreta medida a partir de amanhã