Pan Ku se desenvolvendo dentro do Caos Primordial

Conheça a lenda chinesa sobre a criação do mundo

Esta versão conta que o big bang foi causado pela ruptura do ovo onde dormia o Deus da Criação

Todas as culturas possuem sua própria versão sobre a criação do mundo. De acordo com a mitologia chinesa, no início de tudo havia apenas um grande vazio conhecido como Caos Primordial. Ele possuía um formato oval e desenvolveu em seu interior o primeiro ser vivo, Pan Ku. Ao acordar depois de 18 mil anos, o gigante partiu o ovo com um golpe de machado provocando o big bang.

Pan Ku foi o primeiro ser vivo e criador do universo
Pan Ku foi o primeiro ser vivo e criador do universo

As duas metades do ovo formaram então o céu e a terra: a metade escura e pesada (Yin) caiu, enquanto a parte leve e iluminada (Yang) ascendeu. Para mantê-los separados, Pan Ku se manteve de pé segurando o céu acima de sua cabeça. A lenda conta que o gigante, céu e terra cresceram 27 metros por dia durante 18 mil anos.

Pan Ku se desenvolvendo dentro do Caos Primordial
Pan Ku se desenvolvendo dentro do Caos Primordial

Quando as metades se fixaram em seus lugares e já não havia perigo de voltarem a formar o Caos, Pan Ku falece. Ao descansar da tarefa de criar o mundo, seus olhos viraram o sol e a lua, sua respiração se tornou o vento, seu corpo formou montanhas, rios e florestas, e os pequenos seres que nele habitavam se transformaram nos primeiros seres humanos e animais.

Pan Ku
Pan Ku

Acredita-se que esta lenda sobre a criação do mundo surgiu com monges taoístas e seguidores do filósofo Lao Zi. Por isso o princípio do Yin Yang se faz tão presente. O conceito fala de duas forças opostas: Yin é a energia fraca e escura, e o Yang é intenso e iluminado. O primeiro autor taoísta a fazer referência a esta história foi Xu Zeng no século I d.C.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também