Natal na China

Existe Natal na China?

Descubra se a data celebrada por boa parte do mundo também é importante para os chineses

O Natal é uma das datas comemorativas mais famosas do mundo e uma das mais esperadas pelos ocidentais. As famílias e os amigos se reúnem para jantar, trocar presentes e celebrar o nascimento de Jesus. Época de decorar a casa com guirlandas brilhantes e árvores com enfeites coloridos. Papais Noéis povoam os estabelecimentos nas ruas. E na China? Como é comemorado o Natal?

Originalmente a data celebrava o nascimento Deus Sol no solstício de inverno do hemisfério norte. Mas a data pagã foi ressignificada no século III pela Igreja Católica e passou a festejar o nascimento de Jesus de Nazaré. Portanto, o Natal é uma data essencialmente cristã. Dentro deste contexto, a data não é tão importante para a China: somente 10% dos chineses seguem a religião. O país se divide entre algumas religiões e correntes filosóficas. Entre as principais estão o Budismo, o Taoísmo e o Confucionismo.

Natal na China

Existem duas visões distintas do Natal na China. Obviamente, a primeira é a dos chineses cristãos e dos ocidentais que vivem no país. Existem igrejas católicas, missas, cultos celebrados em mandarim e também em outras línguas. Para esta parcela da população, a celebração natalina segue os moldes tradicionais. E com o intercâmbio cultural entre a China e países ocidentais cada vez mais forte, a festividade ganha espaço.

Natal na China

A segunda versão chinesa do Natal é mais comercial e pode ser comparada ao Dia dos Namorados ocidental. A data é usada para movimentar a economia e estimular as vendas. As lojas ficam enfeitadas com uma decoração especial e as pessoas são estimuladas a presentear amigos e familiares. Apesar de não ter o contexto religioso praticado por cristãos, a magia que envolve o “Santa Klaus” (como é conhecido o Papai Noel) estimula a tímida festividade na China.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Veja também

Vestimentas

As vestimentas tradicionais da China variaram ao longo dos diferentes períodos históricos e contextos sociais. Diferente da cultura do ocidente, os chineses não adotaram o estilo contemporâneo imediatamente.