22 de agosto de 2020

Observatório do Coronavírus #203

OMS identifica tendência de queda na transmissão do coronavírus no Brasil. Primeiro ônibus de viagem adaptado para prevenir a COVID-19 está em circulação no RS.

Foto de capa: Suamy Beydoun/AGIF

O diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, declarou que o Brasil atingiu estabilidade no número de novos casos de coronavírus, com tendência de queda em algumas regiões, mas que é necessário manter o padrão para que haja progressão no combate à pandemia. 

“A situação no Brasil de uma certa forma se estabilizou em termos de número de infecções detectadas por semana. É certo que as UTIs estão sob uma pressão menor do que já estiveram, e, quando olhamos para as incidências por regiões, a taxa de transmissão foi reduzida, e a aceleração dos casos foi estabilizada”, comentou o diretor da OMS.

Foto: Divulgação

O primeiro ônibus de viagem adaptado para oferecer proteção contra o coronavírus já está em circulação no Brasil. As viagens do Biosafe, da empresa Marcopolo, tiveram início nesta semana com seis destinos pelo interior do Rio Grande do Sul. Segundo a empresa, o ônibus também circula pela Argentina e Angola, na África. 

A diferença desse ônibus para o tipo convencional é que o Biosafe, além da distribuição em linha com 3 poltronas individuais, possui ainda esterilização automática do sanitário com luz UV-C a cada uso. A radiação UV-C é emitida da mesma forma no sistema de ar-condicionado do ônibus, promovendo a desinfecção do ar e superfícies. Há também a cortina antimicrobiana, que promete prevenir o contágio e impedir a proliferação de micro-organismos. Luzes podem ser acesas por sensores de movimento, e o novo coletivo tem à disposição dos passageiros álcool em gel, tanto na entrada quanto na porta do banheiro.

Foto: Eduardo Valente

Pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o Distrito Federal tem o maior percentual nacional de testes realizados para detecção do novo coronavírus. De acordo com o estudo, cerca de 17% da população da capital fez o exame para a covid-19. O índice é o maior entre as unidades da Federação e corresponde ao mês de julho. Segundo o IBGE, das 13,3 milhões de pessoas que fizeram algum teste para o novo coronavírus no Brasil, 511 mil, cerca de 16%, eram do Distrito Federal. Em seguida, está o Amapá com 11%, e o Piauí com 10,5%.

Foto: Claudio Belli/Valor

Produtores e exportadores de grãos e carnes brasileiros foram convidados para uma conversa, ontem, com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. Segundo os participantes, ele comentou a expectativa de estabelecer uma “relação de longo prazo” entre os dois países e destacou o potencial de crescimento no comércio bilateral.

O setor saiu tranquilizado do encontro após ouvir do embaixador que a “China vai se basear na racionalidade científica e esclarecimento dos fatos” para definir as ações em meio à pandemia. Ele também afirmou que “os consumidores chineses têm confiança na carne brasileira”, contou um dos convidados.

Em junho, a China suspendeu a importação de carne brasileira depois de encontrar vestígios do coronavírus em produtos de três frigoríficos.

A pandemia de coronavírus levou mais de 800 mil pessoas à óbito no mundo desde que surgiu em dezembro, segundo um balanço realizado pela AFP com base em fontes oficiais neste sábado (22). No total, foram registradas 800.004 mortes no mundo, entre 23.003.079 casos declarados. América Latina e Caribe é a região mais afetada, com 254.897 mortos, e mais da metade dos óbitos mundiais ocorreram em quatro países: Estados Unidos (175.416), Brasil (113.358), México (59.610) e Índia (55.794).

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS EM TEMPO REAL

O gráfico oficial mais recente divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que o número casos acumulados de pessoas infectadas pelo coronavírus no Brasil chega aos 30 mil em apenas 24 horas, em comparação com a avaliação feita no dia anterior. No site é possível ver também o número de óbitos e de pessoas recuperadas da COVID-19.
O panorama geral feito pela Universidade John Hopkins, dos EUA, mostra que foram identificados mais de 267 mil novos casos de infectados pelo coronavírus no mundo em apenas 24 horas. EUA lideram os rankings de confirmados, seguido pelo Brasil, com mais de 3,5 milhões de casos. Em relação ao número de óbitos, o Brasil ocupa atualmente o 2º lugar no ranking mundial, com quase 113 mil óbitos.

FAKE NEWS

Diariamente, o Observatório do Coronavírus publica esclarecimentos sobre as mais recentes fake news divulgadas nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Confira:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #152

SP afirma que potencial vacina contra COVID-19 será testada em seis Estados brasileiros. Antiviral produzido pela Pfizer também apresenta bons resultados.