18 de dezembro de 2020

Observatório do Coronavírus #260

Vacinação contra coronavírus será obrigatória no Brasil. País exigirá teste negativo para COVID-19 para permitir entrada de estrangeiros

Supremo Tribunal Federal (STF) decide pela obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19 no Brasil. A decisão ocorreu por dez votos a um. O STF entendeu que as vacinas são obrigatórias ― mas não forçadas ―, porque a decisão individual de cada pessoa não pode se sobrepor à saúde coletiva do país como um todo, de acordo com a corte. Isso significa que ninguém será forçado ou coagido a tomar uma vacina, mas que poderá sofrer medidas restritivas por leis criadas pela União, Estados e Municípios, caso deixe de fazê-lo. Essas restrições podem incluir a proibição de embarcar para viagens ou de frequentar alguns espaços públicos, por exemplo.

Brasil exigirá teste RT-PCR negativo para permitir entrada no país. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União desta quinta-feira (17) e passa a valer a partir de 30 de dezembro. A exigência será uma permissão para a entrada no país, aplicada também para viagens aéreas.

RT-PCR: o que é? Considerado padrão ouro para diagnosticar a Covid-19. Por meio de um swab nasal (cotonete específico) introduzido nas narinas e na garganta é colhida a secreção respiratória para que seja possível identificar se o paciente apresenta material genético ativo do Sars-Cov-2.

Brasil volta a superar mais de 1 mil mortes por Covid-19 em 24h. O Brasil registrou 1.054 mortes pela Covid-19, na última quinta-feira (17), de acordo com levantamento do Consórcio de Veículos de Imprensa, a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O país não registrava 1 mil óbitos em um dia desde 15 de setembro, quando foram registradas 1.090 mortes. Com isso, o Brasil chegou ao total de 184.876 óbitos desde o começo da pandemia.

A média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 725 — maior valor desde 21 de setembro, quando a média móvel foi de 748 mortes por dia em uma semana. A variação foi de +27% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 7.111.527 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 68.832 desses confirmados no último dia.

Entenda como vai funcionar a vacinação contra o coronavírus no Brasil, segundo o governo federal. Após pedidos de esclarecimentos pelo STF (Supremo Tribunal Federal), o governo divulgou o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid19. O programa faz parte das iniciativas para o combate ao coronavírus no país. A primeira versão havia sido enviada ao Supremo no sábado, mas diante de lacunas a Corte pediu que o Ministério da Saúde explicasse melhor seu planejamento. Ao lançar o plano, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, questionou as expectativas da população. “Para que essa ansiedade, essa angústia?”, disse.

Brasil tem 19 linhagens do novo coronavírus já identificadas. De acordo com estudos de pesquisadores do Instituto Adolfo Lutz, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, foram identificadas 19 pequenas mutações do vírus Sars-Cov-2. Os pesquisadores concluíram que linhagens diferentes do vírus podem fazer com que uma mesma pessoa fique doente mais de uma vez. 

Como reduzir os riscos de transmitir coronavírus nas festas de Natal e Ano Novo? Com a taxa de contágio da Covid-19 em alta em várias regiões do Brasil, os médicos alertam que a única forma de ter certeza de que você não passará uma doença que pode ser fatal para familiares e amigos é renunciando a uma comemoração presencial.

Há, no entanto, medidas que podem ser tomadas para mitigar o risco, ou formas de dar uma nova cara às comemorações neste ano. Apesar dos riscos evidentes, muitas famílias planejam comemorar o Natal com um encontro presencial — ainda que de forma diferente de outros anos. Por isso, a agência de notícias, BBC News Brasil, entrevistou infectologistas e outros especialistas para explicar as medidas que podem tornar os encontros menos inseguros — embora eles destacam que não é possível eliminar os riscos, apenas contê-los. Confira no link algumas dicas para evitar a contaminação e contágio!

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS EM TEMPO REAL

O gráfico oficial composto pela soma de dados das Secretarias Estaduais de Saúde, divulgado pelo Ministério da Saúde, mostra o número casos acumulados, de pessoas infectadas pelo coronavírus no Brasil, na última semana. Abaixo, os casos novos detectados de Covid19 no país.
O panorama geral feito pela Universidade John Hopkins, dos EUA, mostra que foram identificados mais de 267 mil novos casos de infectados pelo coronavírus no mundo em apenas 24 horas. EUA lideram os rankings de confirmados, seguido pelo Brasil, com mais de 3,5 milhões de casos. Em relação ao número de óbitos, o Brasil ocupa atualmente o 2º lugar no ranking mundial, com quase 113 mil óbitos.

FAKE NEWS

Diariamente, o Observatório do Coronavírus publica esclarecimentos sobre as mais recentes fake news divulgadas nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Confira:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #99

Disney Xangai reabre e ingressos esgotam em minutos; Proliferação da COVID-19 na Amazônia quebra hipótese sobre baixa proliferação no calor