22 de janeiro de 2021

Observatório do Coronavírus #272

SP entra na fase laranja e vermelha no combate à Covid-19

O governador de São Paulo, João Doria, detalhou nesta sexta-feira (22) em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, a 28ª reclassificação do plano econômico de combate ao coronavírus, o Plano SP. Com ela, as cidades das regiões de Araraquara, Baixada Santista, Campinas, São João da Boa Vista e a Grande São Paulo, que estavam na fase amarela do plano de restrições, foram para a fase laranja, em que os horários e atividades são mais restritivos. Já os municípios das regiões de Barretos, Bauru, Franca, Presidente Prudente, Sorocaba e Taubaté foram para a fase vermelha, em que apenas o comércio essencial pode funcionar sem restrições. As demais regiões se mantêm na fase laranja.

A nova classificação começa a valer a partir de segunda-feira (25) e vai durar ao menos até o dia 8 de fevereiro. Das 20h às 6h durante as semanas e ao menos nos próximos dois finais de semana, todo o Estado ficará na fase vermelha. São Paulo contabiliza 51.192 óbitos e 1.679.759 casos da doença.

O governador anunciou ainda 756 novos leitos de unidades de tratamento intensivas (UTI) e a reativação do hospital de campanha de Heliópolis, na zona Sul de São Paulo, com 24 leitos de UTI. Já na educação, diante do recrudescimento da pandemia, a volta às aulas na rede pública do Estado, que estava prevista para fevereiro, foi adiada, e não será mais cobrada dos alunos a presença nas salas de aula no dia 1º. A partir do dia 8, as escolas serão reabertas para atendimento a famílias. Já o calendário da rede privada será definido por cada escola.

UE restringe viagens não essenciais. Diante da propagação das variantes do coronavírus e a explosão de novos casos de contaminação no continente, líderes europeus, reunidos por videoconferência, decidiram restringir as viagens não essenciais para os países da União Europeia, mas manterão abertas as fronteiras internas do bloco.

Apesar da alta de infecções e hospitalizações, os governos querem evitar outra onda de abre-e-fecha destas fronteiras, o que gerou caos no ano passado. Por enquanto, os dirigentes do bloco decidiram que os certificados de vacinação devem ser utilizados apenas como atestados médicos, e não como documentos que viabilizem viagens dentro ou fora da UE. Atualmente, alguns países europeus solicitam a quem chega testes recentes de Covid-19. A questão sobre o fechamento das fronteiras aos viajantes que não foram vacinados não é consenso entre os governos comunitários.

Anvisa decide hoje (22) sobre o pedido de uso emergencial da CoronaVac. A Diretoria da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vai se reunir às 15h para decidir sobre o segundo pedido de uso emergencial para a vacina CoronaVac. De acordo com a Agência, a reunião poderá ser acompanhada por transmissão ao vivo pela internet. Ela deve durar cerca de duas horas. Neste pedido estão incluídas 4,8 milhões de doses da vacina que já estão prontas. Segundo o governo de São Paulo, a solicitação engloba também a produção de outras 35 milhões de doses.

O isolamento continua baixo em cidades na fase vermelha do Plano São Paulo. Mesmo na fase vermelha do Plano São Paulo, quando só ficam abertos setores essenciais, a taxa de isolamento social continua baixa na região de Marília, que regrediu para a faixa mais restritiva do programa na semana passada. Na terça-feira (19), o indicador apontou 38% de isolamento. Na segunda (18), quando as medidas mais restritivas começaram a valer nas cidades da região, ficou em 37%.

A taxa de isolamento, monitorada pelo governo do Estado de São Paulo, aponta o quanto a população está transitando pela cidade e, portanto, aumentando a chance de transmissão do novo coronavírus. A taxa ideal de isolamento social nas regiões de fase vermelha, segundo os especialistas, é entre 55% e 70%.

Vacinas vindas da Índia chegam hoje (22) ao Brasil. O Ministério da Saúde confirmou que os 2 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 da Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca devem chegar ao Brasil no fim da tarde de hoje. “A carga vinda da Índia será transportada em voo comercial da companhia Emirates ao aeroporto de Guarulhos (SP) e, após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro”, explicou o Ministério da Saúde em nota oficial pela manhã. 

Em um mês, o estado do Amazonas viu a média móvel de mortes saltou de 15 para 118. A média móvel de mortes por Covid-19 registrada hoje no estado do Amazonas foi de 118, o que representa um crescimento de 217% em relação ao dado de duas semanas atrás. No dia 24 de dezembro, a média móvel de mortes no estado era de 15. No dia 14 de janeiro, a média móvel de mortes registrada no Amazonas foi 55. O número era 37 uma semana antes e 19 no dia 31 de dezembro. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa.

Mais de 109 mil são vacinados contra Covid-19 em seis estados e DF. Mais de 109 mil pessoas já foram vacinadas em todo o Brasil contra a covid-19. Com números divulgados por seis estados (Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e São Paulo) e o Distrito Federal, o país já teve 109.097 pessoas imunizadas contra a doença até o momento.

O levantamento é do Consórcio de Veículos de Imprensa do qual o UOL faz parte. O total de vacinados corresponde a 1,82% das doses disponíveis. Porém os dados de 21 estados não foram divulgados por suas respectivas secretarias de Saúde.

O Brasil registrou 214.447 óbitos e 8.714.884 casos confirmados de Covid-19 nesta sexta-feira (22), de acordo com levantamento das secretarias estaduais de Saúde, divulgado pelo Consórcio de Veículos de Imprensa. Desde o último balanço, às 20h de quinta-feira (21), 7 estados atualizaram seus dados: CE, GO, MG, MS, PE, RN e TO. Na quinta-feira, às 20h, o país registrou 1.335 mortes pela Covid-19 nas 24 horas anteriores, chegando ao total de 214.228 óbitos desde o começo da pandemia.

ACOMPANHE O STATUS DO CORONAVÍRUS EM TEMPO REAL

O painel é composto pela síntese de casos, óbitos, incidências e mortalidade das infecções pelo coronavírus no Brasil, resultado da soma de dados das Secretarias Estaduais de Saúde, divulgados pelo Ministério da Saúde
O panorama geral feito pela Universidade John Hopkins, dos EUA, mostra que o mundo tem 97.746.797 pessoas infectadas pelo coronavírus. Os EUA é o país que lidera o ranking com 24.656.801 infectados, seguido por Índia e Brasil, com 10.625.428 e 8.697.368, respectivamente.

FAKE NEWS

Diariamente, o Observatório do Coronavírus publica esclarecimentos sobre as mais recentes fake news divulgadas nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Confira:

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Notícias relacionadas

Observatório do Coronavírus #222

Anvisa autoriza ampliação de testes clínicos de vacina contra coronavírus. Ministério da Economia zera tarifa de importação imunizantes contra COVID-19.

Observatório do Coronavírus #84

Brasil proíbe exportações de itens médicos produzidos no país; São Paulo registra primeira morte de um bebê por COVID-19